Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Bota fora no Cafezal recolhe materiais velhos do interior das casas
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Bota fora no Cafezal recolhe materiais velhos do interior das casas

Viabilizada pelo do mutirão de serviços que a Prefeitura está realizando no bairro, iniciativa pede que moradores retirem inservíveis dos quintais e os deposite nas calçadas; novidade da edição é a coleta de aparelhos eletroeletrônicos


A Prefeitura de Londrina, por meio da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), iniciou na última sexta-feira (9), no Conjunto Cafezal, região sul, uma nova edição do programa Bota Fora. A iniciativa é desdobramento do mutirão de serviços “Cuidando da Cidade”, força-tarefa que reúne diversos órgãos, secretarias e autarquias da administração para levar melhorias aos bairros. Até o final da ação, os moradores podem depositar nas calçadas tudo o que não tem mais serventia e ocupa espaço nos quintais. O objetivo é limpar as residências e eliminar possíveis focos do mosquito da dengue e outros vetores de doenças.

Desenvolvido na modalidade porta a porta, até agora o trabalho já rendeu a remoção de seis caminhões com sofás, madeiras, pneus, pias, entulhos e outros resíduos guardados no interior das casas. A novidade em relação ao bota fora anterior, realizado no Jardim União da Vitória, é o apoio da ONG E-Letro, que atua em ações de coleta e reaproveitamento de produtos eletroeletrônicos. A parceria – que somente entre sexta e sábado (10) encheu três caminhonetes – garante aos moradores a chance de descartar corretamente televisores velhos, máquinas de lavar, computadores e outros itens tecnológicos nocivos à natureza.

Além de carro de som circulando pelas ruas, a divulgação do serviço ganhou reforço da Associação de Moradores do bairro. A entidade tem se encarregado de espalhar a novidade e anunciar a medida em sua página no Facebook. Os caminhões já percorreram o Cafezal I e II, mas os residentes destas localidades podem continuar depositando os materiais nas calçadas. Isso porque, depois de terminar o Cafezal IV, os veículos retornarão aos locais atendidos em busca de eventuais objetos remanescentes.

Outro trabalho em andamento no bairro é a limpeza dos pontos de descarte irregular. Apenas em dois deles, na Rua Carlos Clementino Moreira e na estrada que leva à chácara Vale das Acácias, a iniciativa somou até então 15 caminhões lotados de detritos. A equipe responsável pela atuação nos fundos de vale lotou cinco veículos, enquanto o grupo incumbido da trituração de galhos de árvore – que acompanha a Secretaria Municipal do Ambiente (SEMA) nas ações de poda e erradicação – encheu outros quatro.

Demais locais – No distrito de Irerê, também na zona sul de Londrina, a atuação da CMTU no mutirão “Cuidando da Cidade” garantiu a remoção de nove caminhões de lixo em dois pontos de despejo clandestino. Assegurou também a retirada de 13 veículos por meio do bota fora, além da trituração de outros três com galhos. A companhia operou ainda o desentupimento de 25 bueiros, a desobstrução de 192 metros de galerias pluviais subterrâneas, a reforma de oitos pontos de ônibus e a sinalização de trânsito nas ruas e avenidas do local.

Texto: Danylo Alvares / Assessoria CMTU

Registrado em:
Fim do conteúdo da página