Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > CMTU realiza ação educativa da Lei Seca em bares e restaurantes de Londrina
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

CMTU realiza ação educativa da Lei Seca em bares e restaurantes de Londrina

Abordagens com a utilização de bafômetros visam conscientizar motoristas sobre os perigos de beber e dirigir

  • Escrito por Assessoria de Imprensa - CMTU

Nesta quinta-feira (10), a partir das 18h, agentes da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) farão a abordagem de condutores no interior de bares e restaurantes em Londrina. Com panfletos educativos, porta-copos com mensagens de conscientização e bafômetros descartáveis, os fiscais vão dar orientações aos clientes sobre a perigosa combinação entre álcool e o volante. Intitulada “Ambulância não é Carona”, a ação compõe a programação do Maio Amarelo na cidade e conta com a parceria de estudantes da engenharia da Unifil.

O coordenador de Educação da CMTU, Carlos Eduardo Ribeiro, contou que o primeiro estabelecimento a ser visitado será o Barile Armazém, na rua Santos, seguido do Cine Lupulus, na avenida Santos Dumont, e do Quiosque Brahma, na Maringá. “Nestes locais, o público será convidado a soprar o etilômetro para atestar o nível de álcool. A depender do resultado, o esforço dos agentes será no sentido de convencer a pessoa a não voltar para casa na condução do veículo”, explicou.

Ribeiro esclareceu que, como no momento da abordagem o indivíduo estará numa mesa de bar, o resultado apontado pelo bafômetro não configurará infração de trânsito. No entanto, a expectativa é sensibilizar os motoristas para que adotem uma postura diferente. “Vamos falar de todos os riscos envolvidos na soma entre álcool e direção e orientar para que o retorno seja feito de táxi ou carona”, disse.

Segundo as novas regras da Lei Seca, quem for flagrado dirigindo após ter consumido bebida alcoólica está sujeito à multa de R$ 2.934,70, mais suspensão da carteira de habilitação durante 12 meses. A legislação prevê ainda prisão sem direito à fiança para casos de acidentes com lesão corporal grave ou morte.

Na madrugada do dia 1º de maio, no cruzamento das avenidas Dez de Dezembro e Guilherme de Almeida, na região sul de Londrina, uma mulher embriagada colidiu contra a motocicleta em que estavam dois homens. Piloto e passageiro morreram na hora e a motorista, que tinha ingerido dez vezes mais o valor de álcool tolerado, foi presa.

Registrado em:
Fim do conteúdo da página