Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Mutirão da dengue vai para Maravilha e Guaravera a partir de segunda
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Mutirão da dengue vai para Maravilha e Guaravera a partir de segunda

Estreia do “Bota Fora” nos distritos rurais ocorreu em Irerê e Paiquerê; na área urbana, ação segue em ritmo acelerado na zona leste

 

Após começar a atender os distritos de Irerê e Paiquerê no decorrer desta semana, o mutirão “Bota Fora Unidos Contra a Dengue” chega na próxima segunda-feira (25), aos distritos de Maravilha e Guaravera. Situadas na região sul do município, as novas localidades atendidas também enfrentam problemas relacionados ao descarte irregular de lixo pela população – a exemplo do que ocorre em bairros da área urbana de Londrina.

Foto: CMTU

Em decorrência disso, durante o desenvolvimento da ação, trabalhadores da Prefeitura farão a limpeza de fundos de vale e outros pontos utilizados para o despejo clandestino de resíduos. O trabalho será acompanhado do recolhimento de entulhos, ferragens, móveis velhos, louças sanitárias e outros materiais capazes de acumular água guardados nos quintais dos moradores.

A atuação – realizada de acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) sobre o índice de infestação do Aedes aegypti – visa eliminar possíveis criadouros do mosquito. Além de combater a proliferação do inseto transmissor da denguechikungunyazika e febre amarela, o serviço de asseio – tanto nos domicílios como em locais públicos – tem como objetivo deixar a cidade mais bonita e agradável.

A iniciativa foi intensificada em março, passando a contemplar simultaneamente pontos de diferentes regiões. Ao mesmo tempo em que percorre os distritos rurais da zona sul, o “Bota Fora” segue em ritmo acelerado na faixa leste do município. Somente nos últimos dez dias, foram atendidos bairros como a Vila Yara, jardim Castelo, Oriente, Ideal, Waldemar Hauer, Vila Ricardo, Marabá, Interlagos e Morumbi.

O mutirão é uma realização da Prefeitura de Londrina por meio da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) e da SMS.

Texto: Danylo Alvares – Assessoria CMTU

Registrado em:
Fim do conteúdo da página